Posted by : dR.mIX² segunda-feira, janeiro 16, 2012


Eu sou um convertido dos chamados “intra-auriculares”, aqueles fones que estupram com carinho o seu canal auditivo e te deixam longe do ruído externo naturalmente. Mas ao testar dois modelos lançados pela Sennheiser na CES eu pensei em mudar para os grandalhões sobre o ouvido.
Um pouco de história: a Sennheiser basicamente inventou os fones de ouvido populares como o conheceram: a Sony pagava royalties nos primeiros modelos do Walkman. Avance algumas décadas: há dois anos, os alemães deram carta branca a seus engenheiros. Eles deveriam fazer o que achavam melhor sem se preocupar com o preço final. Melhores componentes, melhores tecnologias, o que eles quisessem. Os caras piraram e fizeram o HD800 em 2009 e ele ainda hoje é considerado por muitos como o melhor fone “para o consumidor” já construído. Eu finalmente tive a chance de testá-lo. Fabricado quase que artesanalmente na Alemanha, o HD800 custa custa 1.400 dólares e é, digamos, diferente. A natureza dos drivers e o design “aberto” fazem com que você precise estar em um lugar quieto e com um pré-amplificador para apreciar todas as incríveis nuances do som. E é realmente incrível. Ouvir uma orquestra é bem próximo de estar em uma sala de concerto.
Adiante 3 anos e a Sennheiser apresenta uma espécie de downgrade do seu carro-chefe, o HD700, da foto ali em cima. Eles pegaram tudo que aprenderam lá, conseguiram diminuir o preço e diminuir um pouco o tamanho. Além de ser uma obra de arte em si mesmo, o HD700,  é extremamente confortável e no fim das contas tem um som um pouco menos analítico (mas ainda bem “de referência”), com mais personalidade, que me agradou mais. Fiquei perdido no estande da Senheiser uma boa meia hora ouvindo todo tipo de música nele, e pela primeira vez eu ouvi um jazz (Thelonious Monk, mais precisamente) e pensei “Ok, este som vale mil dólares”. Ah, sim. Ele custa mil dólares. Mas ao contrário do HD800, para o meu ouvido (e as condições de audição), vale o preço. Se você for bem mais rico que eu e quer comprar um fone pra vida, pode valer a pena. Se não gostar, venda pra mim pela metade que eu compro.
Descendo um pouco mais para o campo dos mortais, a Sennheiser anunciou um novo modelo de fone de ouvido sem-fio, o RS220. Ele é lindão, funciona na frequência de 2,4 GHZ que permite ficar a até 100 metros da fonte, há pouquíssima distorção e blablabla, mas achei ele terrivelmente pesado e desconfortável para minha orelha de abano. Como estava lá e testei todos os fones que tive a chance, coloquei na cabeça o RS170/HDR170 da foto, que custa US$ 279 com o kit ou US$ 119 só o fone, que não é lançamento, mas é o que tinha mais troféus do lado. Ele é de longe o melhor fone de ouvido sem-fio que eu já ouvi: confortável, relativamente leve e com um som limpo sem ser seco. Finalmente tenho algo para recomendar nessa área: esqueça os fones bluetooth e Wi-Fi e fature um desses. Pelo que ouvi na Sennheiser e em outros concorrentes (acredite, eu coloquei no ouvido pelo menos 60 fones diferentes durante os 4 dias de feira), é o melhor do tipo. Sim, é uma opinião bem pessoal, mas há reviews bons o suficiente para embasar a recomendação.
Conversei com executivos da empresa que disseram que vão expandir as operações no Brasil. De um ano pra cá já está mais fácil encontrar algumas coisas deles, especialmente aquela linha esportiva com a Adidas. Espero que eles coloquem essas belezuras em mais pontos de venda. Ao menos para os civis saberem como que essas coisas de ultra-fidelidade funcionam. Quando soubermos o preço e disponibilidade no nosso país, avisamos.

Popular Post

Blogger templates

Blog Archive

Sample text

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
Ta lendo isso então anuncie aqui

About

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Super Promoção

Visitas Pelo Mundo

PageRank

StatCounter

View My Stats

Parcerias 1000 Grau!

Páginas

Tecnologia do Blogger.

Twitter

Ads 468x60px

Followers

Featured Posts

- Copyright © #ROL - RITALINA ON LINE -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -